Follow:
Bate-e-volta, Cesena

A surpreendente Cesena

Chegamos à Cesena completamente sem expectativas e fomos surpreendidos por uma cidadezinha encantadora

Cesena fica a cerca de 35km de Rimini e nós nunca tínhamos visitado a cidade.

Foi uma grande surpresa para nós quando em um raro domingo de sol de inverno resolvemos dar um pulinho até lá.

A cidade é linda, limpa e organizada. Seus monumentos são interessantes e de quebra ainda tem paisagens de tirar o folego.

Breve História

Cesena está situada no coração da Romagna,  já foi uma cidade romana e dominada pelo estado pontifício mas é a assinatura da família Malatesta que está cravada em todos os cantos da cidade.

A passagem dessas forças políticas – o senhor, o bispo, as ordens monásticas – incidiu nos edifícios mas representativos da cidade: a fortaleza, o Palazzo Comunale e o mosteiro.

Vista da Fachada do Teatro Bonci em Cesena

O lindo e imponente Teatro Bonci, uma pena que não esteja aberto à visitação durante o dia.

O traçado urbanístico medieval  com ruas estreitas e sinuosas, baixas arcadas e parte do muro do século XV, assume um traçado tão irregular que é comparado à um escorpião.

Foi a Senhoria Malatestiana que promoveu importantes intervenções de renovação nesse traçado urbano e no complexo de fortificações, enquanto que o longo período de domínio papal é marcado pela modernização de edifícios religiosos e edificação de novos conventos.

Para a visita completa do centro histórico  um dia inteiro é o suficiente. Somos adeptos do Slow travel e achamos que menos tempo do que isso, não se consegue ver nada.


Lugares para se surpreender em Cesena

Biblioteca Malatestiana

Fachada laranja da Biblioteca Malatestiana em Cesena

Biblioteca Malatestiana, inserida no Registro da Memória do Mundo da Unesco

É o monumento mais significativo da cidade. É a única biblioteca do tipo humanístico conventual que mantém conservada intacta a sua estrutura, seus móveis e seus livros.

Sua importância e seu peso cultural foram reconhecidos pela Unesco. Em 2005 foi a primeira na Itália inserida no Registro da Memória do Mundo.

Interior da Biblioteca Malatestiana: a única biblioteca do tipo humanístico conventual que mantém conservada intacta a sua estrutura, seus móveis e seus livros.

A Biblioteca Malatestiana foi construída por desejo de Novello Malatesta entre 1447 e 1452 dentro do Complexo Conventual da Ordem dos Frades Menores de S. Francesco.

Foi a primeira Biblioteca Cívica da Europa e embora fosse administrada pelos frades, foi dada por Malatesta ao controle do município ao invés da igreja. Essa simples ação a salvou da fúria de destruição de Napoleão Bonaparte contra as obras da igreja católica.

Hoje a Biblioteca em geral é um centro cultural muito frequentado pela comunidade.

Biblioteca Malatestiana Antiga é mantida fechada mas pode ser visitada por qualquer pessoa através de visitas guiadas que acontecem a cada 40 minutos. Os ingressos custam €5 e podem ser adquiridos no local.

Os últimos grupos ingressam às 15:40h (dias de semana) e 15:20h (fins de semana).

Aconselho dar uma olhadinha no site  para confirmar os horários e ao chegar na cidade dê um pulinho lá para se informar.

Mil coisas podem acontecer e o horário mudar de uma hora para outra. Cidades pequenas e não tão turísticas tem dessas coisas.

 

Palazzo del Ridotto

a fachada principal do Palazzo del Ridotto em Cesena com a estátua do papa pio VI

a fachada principal do Palazzo del Ridotto está virada para o Corso Mazzini

Com a fachada principal virada para o Corso Mazzini e circundado por três praças – Almerici, Bufalini, Fabbri – o Palazzo del Ridotto é uma antiga residencia municipal do século XV. Em 1782 foi reformada por Cosimo Morelli e transformada no edifício em estilo manierista que vemos hoje.

O edifício conta com um pórtico no piso térreo. No pavimento superior se abrem dois janelões com um nicho no meio onde está localizada a estátua de bronze do Papa Pio VI.

Piazza del Popolo

Vista da Via Zefferino Re e seus pórticos com pessoas passeando

Via Zefferino Re e seus pórticos. Ao final desta rua está a Piazza del Popolo

Saia do Palazzo del Ridotto e siga pela agradável Via Zefferino Re margeada de antigos pórticos.

Os aprecie enquanto caminha e ao fim se surpreenda com a praça mais importante da cidade, a Piazza del Popolo.

Vista do Palazzo Albornoz com a Fontana na frente

Primeira visão de quem chega à Piazza del popolo: o Palazzo Albornoz ou Comunale

Chegando por esse caminho, você logo irá se deparar  com o Palazzo Albornoz ou Comunale, um edifício de origem do século XIV usado como sede do Município.

A praça é um tranquilo espaço que agrega funções civil e de mercado. Ao centro se encontra a ornada Fontana Massini (1583), a grande protagonista do local.

Piazza del popolo: Vista da Roccheta di piazza e a Fontana Massini

Fontana Massini e Roccheta di piazza ao fundo

Sobre a grande muralha que fica de frente para a fontana está a Roccheta di Piazza, um edifício que funcionava como moradia do governador eclesiástico no séculos XIV e XV: Um sólido corpo fortificado com uma torre poligonal enriquecido por uma logia de coroamento.

Do outro lado da Praça se encontra a igreja tardo maneirista barroca dos Santos Anna e Gioacchino.

Vista das esculturas de de Leonardo Lucchi que são expostas nas janelas do seu atelier

Esculturas de Leonardo Lucchi nas janelas e em cima do prédio onde abriga seu atelier

Imperdível: De costas para a Roccheta di Piazza levante o olhar e aprecie as esculturas espalhadas pelas janelas e telhado do edifício onde funciona o estúdio do escultor Leonardo Lucchi que se encontra ao lado da igreja.

 

Rocca Malatestiana

Subindo a escada embaixo da Roccheta di Piazza você chegará à Rocca Malatestiana.

A fortaleza que foi construída nos séculos XIV-XV sobre o Monte Garampo substituiu uma fortificação medieval precedente.

A planta de forma pentagonal é percorrida por caminhos internos e apresenta duas entradas.

Vista de duas edificações dentro da Rocca malatestiana chamadas masculino e feminino.

Dentro da Fortaleza estão duas edificações chamadas macho e fêmea.

Dentro das muralhas duas únicas edificações imponentes se destacam: elas se chamam macho e fêmea.

Dentro da fortaleza acontecem vários eventos como shows, festas e funciona o Café Asilo Político. Acredito que em dias lindos de sol seja o local ideal para um aperitivo.

Aconselho a olhar o site de eventos da Rocca e a página do facebook do café.

Basílica della Madonna Del Monte

Fachada da Basílica della Madonna Del Monte

Fachada da Basílica della Madonna Del Monte

É uma igreja beneditina do século XV-XVI situada sobre o Monte Spaziano a cerca de 1km do centro.

Dentro da Basílica, um espetáculo à parte: a nave principal não possui os bancos para cultos e oferece um salão inteiro vazio para apreciação do turista.

Mulher olhando o afresco Incoronazione della Madona

Na abside se encontra o afresco Incoronazione della Madonna

Olhando em direção ao altar uma escadaria conduz ao presbitério elevado. Na abside se encontra o magnifico afresco Incoronazione della Madonna (G. B. Razzani).

O afresco l’Assunzione di Maria que decora a cúpula é obra de Giuseppe Milani de Parma,  1792. A cúpula é considerada por muitos a parte mais fascinante da basílica.

O afresco l'Assunzione di Maria na cúpula da basílica

O magnifico afresco l’Assunzione di Maria localizado na cúpula da basílica

Para quem aprecia, aconselho assistir à missa que aos domingos acontece no salão do piso interior.

Na sacristia está a coleção de Arte Votiva mais completa da Europa que expõe 704 placas votivas feitas pelos fiéis para agradecer à Santíssima Virgem a graça recebida.

Para quem gosta de caminhar, a basílica pode ser acessada a pé a partir do Jardim Público ao lado do Teatro Bonci.

Basta subir a Via S. Benedetto e depois seguir pela Via delle Scalette.

Ao chegar não entre imediatamente: aprecie a paisagem das colinas de Cesena.

 

Gli Equilibristi

Gli Equilibristi

Gli Equilibristi, obra do artista Leonardo Lucchi.

Gli Equilibristi é uma escultura do artista Leonardo Lucchi.

O criativo artista transformou o corrimão da escadaria que liga o Vicolo Cesuola com a Piazza del Popolo em uma corda bamba.

Na escultura, um homem supervisiona o exercício sem mostrar preocupação. No topo do corrimão está a acrobata que não parece fazer qualquer esforço.


Como chegar à Cesena

Avião: O aeroporto Bolonha fica a 95 km de distância da cidade de Cesena.

Chegando pelo aeroporto você tem as seguintes opções:

  • Alugar um carro, a opção mais comoda;
  • Ir até a Estação Central de Bolonha, pegar um trem até Cesena (€7,50).

Os aeroportos de Rimini e Forlì apesar de serem mais próximos, tem uma carência maior de voos.

Carro: Siga pela Autoestrada A14 Bologna – Ancona e pegue a saída “Cesena” e “Cesena Nord”.

Os carros não podem entrar no centro histórico portanto a melhor opção é estacionar nas várias vagas nas ruas do entorno. Eu aconselho o estacionamento entorno à Piazza San Domenico, praticamente no coração da cidade.

 

Onde Comer

Nas duas vezes que estivemos na cidade comemos no Pappa Reale, uma mistura de padaria, café e restaurante. Ele fica quase em frente ao estacionamento da Piazza del Popolo.

O lugar é super bonitinho, moderno e vive lotado. Aconselho a reservar ou caso contrário você corre o risco de sentar no balcão.

Eles servem pães salgados e doces, bolos e doces, sanduíches maravilhosos, pratos vegetarianos, sopas e pratos “normais”.

Na primeira vez que estivemos lá eu e o marido pedimos hambúrguer (eu de carne e ele vegetariano).

Na segunda vez pedi um prato de frango com molho de fungos e não me arrependo. Estava uma delícia.

Os preços são um pouco mais altos que as osterias e trattorias do entorno, mas valem cada centavo.

Onde Dormir

Como moramos na cidade vizinha não dormimos por lá.

Mas se você se interessar em dormir, faça sua reserva por esse link do booking.com  e nos dê a possibilidade de ganhar uma comissão. Não custará nem um centavo a mais para você.

Outras Dicas

  • O município de Cesena oferece de graça um programa de compartilhamento de bicicletas.

Se você quer conhecer a cidade pedalando, se dirija ao guichê do programa mi muovo in bici.

Bicicletas do programa mi muovo in bici de Cesena

Bicicletas do programa mi muovo in bici

Basta levar documento de identidade, preencher um cadastro e deixar 15 euros de caução que será devolvido ao fim do serviço.

Endereço: Piazzetta Cesenati del 1377
Horário: De segunda à sábado de 8h às 13:15h/ Quartas e sextas de 8h às 17h

  • Dê uma esticadinha atè Forlì e Forlimpopoli outras cidades tão lindinhas quanto Cesena.

  • Informação turística: Lugares comuns como cafés e restaurantes, que possuem o banner azul como este da foto acima, são chamados de info point. Eles oferecem gratuitamente informações aos turistas e visitantes.

 

Share:
Previous Post Next Post

12 Comments

  • Reply Ruthia Portelinha

    Olá Dani, adoro o tom desses edifícios, sobretudo à luz do pôr do sol. É uma das muitas coisas que adoro em Itália. Não conhecia a classificação de “Registro da Memória do Mundo”, vou pesquisar mais sobre o assunto.
    Abraço desde Portugal
    Ruthia d’O Berço do Mundo

    fevereiro 25, 2017 at 4:25 pm
  • Reply Analuiza (Espiando Pelo Mundo)

    Honestamente?! Não sei o que mais me atraiu nessa cidade! São tantas opções interessantes, chamativas, cheias de personalidade! A tonalidade da cidade refletida em seus monumentos históricos é incomum! Acho que precisaria bem mais de um dia inteiro para absorver tanta informação. 🙂 bj

    fevereiro 25, 2017 at 6:31 pm
  • Reply Deivson

    Nunca tinha ouvido falar na cidade, mas já ganhou uma atenção especial depois desse post maravilhoso. Já vou tentar incluir no meu roteiro. 😀

    fevereiro 25, 2017 at 7:32 pm
  • Reply Keul Fortes

    Adorei essa dica! Nunca tinha ouvido falar na cidade mas me encantei através desse post. Está tudo lindo! Parabéns pelo post. Obrigada pela dica!

    fevereiro 25, 2017 at 8:43 pm
  • Reply Eliana C. Pereira

    Que cidade linda!!! Adorei saber dela… O dia que for à região, vou incluí-la com certeza…

    fevereiro 25, 2017 at 11:59 pm
  • Reply Flávia Donohoe

    Que lugarzinho fofo, sei que San Marino fica bem próximo e quero muito conhecer, de quebra poderia dar uma passadinha em Cesena! Lindo lugar e me interessei bastante!

    fevereiro 26, 2017 at 1:48 am
  • Reply Marlene Marques

    Oi, Dani. Boa sugestão! A cidade parece ser muito interessante. Gostei muito da Biblioteca Malatestiana e toda a sua história. Quase que imagino lá os fades passando as folhas de livros antigos. Muito bonito!

    fevereiro 26, 2017 at 10:41 am
  • Reply Eloah Cristina

    Guia completão! Adorei demais.

    fevereiro 26, 2017 at 1:48 pm
  • Reply Juliana Moreti

    Adorei ler teu post!
    Comecei neste ano a ler sobre os Borgias e tenho lido muito sobre as conquistas de Cesare na Romagna…. Com isso, comecei a ler sobre nome de famílias poderosas que eu nunca havia ouvido falar (as Toscanas e as Romanas são as que mais ouço falar). Um exemplo são os Malatesta.
    Minha pròxima viagem para a Itàlia, quero concentrar muitos dias em Roma e Firenze… Mas jà comecei a planejar um inteiro pela Emilia Romagna!

    fevereiro 27, 2017 at 4:14 pm
    • Reply Dani Bispo

      Que legal Ju! Vem que por aqui tem Malatesta em todas as esquinas, você vai se fartar! A família foi muito influente nessa região da Romagna, principalmente Rimini e Cesena.

      bjs

      fevereiro 27, 2017 at 4:46 pm
  • Reply Martinha Andersen

    Dani… já quero me mudar para a Italia só por causa dos seus posts. Um mais lindo que o outro. E este de Cesena não foi diferente.. que lugar incrível =)

    fevereiro 27, 2017 at 4:22 pm
    • Reply Dani Bispo

      Vemmmm te alugo um quitinete quer? kkkk

      fevereiro 27, 2017 at 4:44 pm

    Leave a Reply