Follow:
Bate-e-volta, Bolonha, Emília Romanha, Modena

Vignola: bate-e-volta de Modena ou Bolonha à terra das cerejas

Quando estivemos em Modena em março/17 muitas pessoas nos falavam que era imperdível conhecer a cidade de Vignola e sua Rocca.

Vignola é sinônimo de fruta: ameixas, susine, pera e principalmente cerejas.

Cultivada desde 1620, a cidade possui aproximadamente 100 hectares de cerejeiras que acabam como geleia em cima de deliciosas tortas. Em julho época das cerejas,  as estradas são invadidas por barracas que vendem cerejas vermelhas, pretas, de polpa clara, amarena e 14 tipos de susine.


Breve história de Vignola

Até o final do século XIV, Vignola era alvo constante de lutas entre bolonheses e modeneses até que chegaram os Duques Estensi de Ferrara para colocar “ordem na casa”.

A praça e o Palazzo Bomcompagni visto da torre da Rocca di Vignola

A praça e o Palazzo Bomcompagni visto da torre da Rocca di Vignola

Em 1401, Nicolò III d’Este – Duque de Ferrara – presenteou o seu melhor amigo Uguccione dei Contrari com o Castello di Vignola (ou Rocca di Vignola) e elevou a cidade à nível de Condado.
Depois da morte de Uguccione, seus filhos Nicolò e Ambrogio governam a cidade implantando um plano urbanístico onde se construiu uma nova muralha de defesa de moderna concepção.
Os Contrari governaram a cidade por quase dois séculos até que em 1577, Vignola foi cedida ao Papa Gregorio XIII da família Boncompagni que permaneceu por lá até 1796.
Com a chegada de Napoleão a família Boncompagni  perdeu os direitos feudais mas que anos depois com a saída da tropa foram restituídos à esta família.


O que visitar

A temporada de floração das cerejeiras

 

No mês de abril é celebrado a Festa del ciliegio in fiore onde se comemora a temporada de floração das cerejeiras. A época de floração dessas árvores é um espetáculo para admirar ao menos uma vez na vida. Se puder aproveite para ir nessa época.


Rocca di Vignola

Fundada pelos monges de Nonantola no IX século, a Rocca di Vignola já pertenceu ao Bispo, ao Comune de Modena e em 1336  passou ao domínio dos Estensi.
Imponente e compacta, a estrutura é cercada pelas torres angulares Nonantolana, Delle Donne, del Pennello e dell’orologio além de possuir um baluarte redondo chamado de Rocchetta.

Rocca di Vignola com um céu super azul

Rocca di Vignola

Em 1420 a Rocca passou de estrutura de defesa à residencia dos senhores Contrari que a embelezam com lindas pinturas e afrescos.

Dentro da Rocca não deixe de conhecer:
+ A Cappella Contrari com seus maravilhosos afrescos dedicados à história de Cristo e de Maria;
+ As salas afrescadas do primeiro pavimento onde acontecia a vida privada dos senhores feudais;
+ As salas afrescadas do pavimento térreo onde acontecia a vida pública da corte feudal. As salas dos Leões, dos Leopardos, Colombas, dos anéis e dos cardinais possuem adornos de decoração heráldica.

A visita ao castello é um programa de pelo menos 3 horas. Depois de muito sobe-e-desce, do topo da torre você será presenteado com vistas belíssimas de Vignola e região.

É um programa indicado inclusive para as crianças que poderão viver a experiência de uma viagem no tempo.

Informação para a visita

Hoje a Rocca di Vignola pertence à Cassa di Risparmio di Vignola e o ingresso é grátis.

Horário (de 26 março 2017 a 29 de outubro de 2017)
dias de semana: 9.00 – 12.00 / 15.30 – 19.00
fins de semana: 10.30 – 13.00 / 15.30 – 19.00

Horário (de 29 de outubro de 2017 a 26 março 2017)
dias de semana: 9.00 – 12.00 / 14.30 – 18.00
fins de semana: 10.30 – 12.30 / 14.30 – 18.00

Fechada às segundas


Palazzo Boncompagni

Em frente à Rocca está o Palazzo Boncompagni, um elegante edifício em estilo renascentista também conhecido como Palazzo Barozzi.
O edifício foi construído em 1560 para ser a nova residencia da Ercole Contrari que governava a cidade e queria deixar o grande e frio castello para residir em um lugar “menor”.

Vista da fachada do palazzo bomcompanho com pessoas na praça

Palazzo Bomcompagni

O projeto original é de Bartolomeu Tristano e o elegante edifício renascentista recebeu uma escada projetada pelo filho mais famoso da cidade: o arquiteto Jacopo Barozzi conhecido como Vignola. O profissional ficou famoso ao projetar a fachada da Basílica de San Petronio em Bolonha e assumiu como arquiteto chefe a obra da Basílica San Pietro em Roma depois da morte de Michelangelo.
A harmoniosa escada em espiral é totalmente aérea e sustentada por uma coluna situada no subsolo do prédio e por muros perimetrais nos pavimentos superiores. Ela representa um obra de arte arquitetônica e cenográfica de altíssimo nível.

Informação para a visita

As visitas são feitas com guias-voluntários da paróquia de Vignola ao custo de €2 e são realizadas nos fins de semana e feriados.
O Palazzo Bomcompagni não abre no natal, 1º de janeiro e páscoa e nas duas semanas no meio do mês de agosto.

Horários:

De novembro a março
sábados: de 15h às 18h
Domingos: de 10h às 12h/de 15h às 18h

Abril. maio e outubro
sábados: de 15h às 19h
Domingos: de 10h às 12h/de 15h às 19h

De junho à setembro
sábados: de 16h às 19:30h
Domingos: de 10h às 12h/de 16h às 19:30h


Como chegar à Vignola

De Modena à Vignola são 23km de distancia. A estrada atravessa os campos férteis da região passando por San Damaso, San Donino e Spilamberto onde vale a pena parar e conhecer o Museu do Aceto Balsâmico Tradizionale – www.museodelbalsamicotradizionale.org

Trem:

Da Estação Central de Bolonha partem trens para Vignola a cada 30 minutos. A viagem leva cerca de 1 hora.

Ônibus:

De Modena Autostazione (terminal de ônibus) parte a linha 730. A viagem leva cerca de 1 hora.

Carro:

Na Autoestrada A1 pegue a saída Modena Sud e siga as placas para Vignola.

Os carros não podem entrar no centro histórico portanto a melhor opção é estacionar nas várias vagas da Via Portello ou Parcheggio Corso Itália.

Vignola


Onde Comer

Indico a Trattoria La Campanhola com uma culinária típica e criativa. Apesar de ficar fora do centro histórico, o acesso é fácil e a trattoria serve comida de excelente qualidade a bons preços.

O ideal é reservar pois nos fins de semana ela é muito disputada.

Nossa experiência por lá foi excelente, veja as fotos abaixo:

Trattoria La Campagnola


O que comer

Em geral nos restaurante da cidade, a cozinha é típica modenesa, mas Vignola também tem suas iguarias.
Uma vez na cidade você não pode deixar de experimentar as frutas produzidas na região e também seus pratos típicos:

Borlenghi: uma massa folheada finíssima que ainda quente é recheada com lardo e queijo parmigiano reggiano;

Tigelli com lardo: Tigelli são pãozinhos típico de Modena.  Em Vignola é comum consumi-lo recheado com uma pastinha feita com lardo (gordura do porco) e algumas especiarias. Em Bolonha o tigelli é conhecido como crescentine.

Torta Barozzi: uma torta de massa compacta feita com amêndoas, amendoim, açúcar, manteiga, chocolate em pó, cacau, ovos, café moído e rum. Eu costumo dizer que essa torta é um brownie com gosto de cajuzinho.
A original só pode ser vendida no Caffè Pasticceria Gollini que fica bem na entrada da Rocca di Vignola. Mas por toda região se encontram Tortas “tipo” Barozzi.


 Onde Dormir

O ideal é fazer um bate-e-volta a partir de Modena mas se você quiser explorar melhor a região, existem diversos hotéis e Agriturismi (hotéis-de campo) por lá.

Faça sua reserva por este link do booking.com  e nos dê a possibilidade de ganhar uma comissão. Não custará nem um centavo a mais para você.


Outras dicas

Para outras informações sobre a cidade consultar o Centro de informações turísticas de Vignola
www.comune.vignola.mo.it
Tel. 059/777606

 

Share:
Previous Post Next Post

Você também pode gostar

No Comments

Leave a Reply